Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mãe de duas estrelinhas

Mãe de duas estrelinhas

16.Ago.18

Uma carta direta para o céu

"Minhas estrelinhas

 

Na semana passada fomos visitar-vos. Estivemos de férias na cidade do papá. Cidade que escolhemos para vocês ficarem . Juntinho do tio . Sabíamos que iam ficar bem entregues e foi a nossa decisão . Saí de casa com o coração tranquilo. E à medida que ia chegando perto da vossa casinha foi ficando cada vez mais pequenino. Até que chegámos pertinho de vocês e o aperto intensifica-se. Faço festinhas na vossa casinha. Na esperança que as sintam. E ali nos sentamos nós. Olho para os vossos nomes vezes sem conta. E revivo tudo novamente. Muitos dos poucos momentos que passámos "juntas". Por vezes até fico com a sensação que ouço os "pis" que ouvimos vezes sem conta na neonatologia. Refugio-me no ombro do papá e ali ficamos nós em silêncio. Até que um de nós o quebre. Relembramos juntos. E imaginamos como seria se vocês estivessem cá connosco. Fazemos isso muitas vezes. O papá questiona muitas vezes como seriam as vossas carinhas. Acho que ele gostava que fossem giras como ele. Quando vivemos algum momento mais marcante nas nossas vidas, imaginamos sempre como seria vivido se vocês ali estivessem. É inevitável. Vocês farão parte da nossa vida para sempre. Mas além de relembrarmos, também é ali juntos de vocês os 3 que fazemos planos. Nós queremos dar-vos mais irmãos. E faremos o que pudermos para o conseguirmos. O papá quer mais , sem dúvida, mas acrescenta sempre que o que queria era ter-vos às duas. E as minhas lágrimas caem. "As meninas do papá"  como ele tão carinhosamente se referia a vocês. Talvez o destino nos reserve mais uma menina do papá, ou duas.  Estamos num ano de decisões, de mudança, e partilhámos isso convosco. Espero que o destino seja mais generoso. De uma coisa tenho a certeza. Que nos vão dar a força necessária para enfrentar o que nos estará reservado. Tal como sinto quando lá estou convosco. São as nossas estrelinhas da sorte. Vieram por um motivo. Um dia iremos compreendê-lo. Até lá, aceitamos a vossa partida. E agarramos com força o que nos deixaram . A saudade. 

 

Com amor e saudade

A mamã Sara "

 

180602_SBsn_0039.jpg

 

23 comentários

Comentar post

Pág. 1/2